×

Observação

There is no category chosen or category doesn't contain any items

Software desenvolvido pela APTA e pela Embrapa auxilia na implementação de boas práticas de manejo e na gestão ambiental da produção de tilápia

 

Software APTA

Inserção junto aos tilapicultores foi reconhecida com prêmio no Congresso Aquaciência 2018

Ouvimos quase diariamente a respeito da importância que a tecnologia vem ganhando nas atividades de produção agropecuária. Estar em contato com os recursos tecnológicos tem sido uma exigência para muitos setores do agro e a tendência, tudo indica, é aumentar. Na aquicultura não é diferente, pois muitas são as possibilidades de aplicação de novas ferramentas que vão sendo desenvolvidas para a atividade de produção de pescado. O desafio, muitas vezes, é levar esse tipo de conhecimento aos pequenos produtores integrantes da cadeia produtiva do pescado, que têm perfil bastante variado.


Atenta a esta realidade, uma equipe de pesquisadores da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), vinculada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) desenvolveu projeto para difundir junto aos produtores de tilápia o uso do software gratuito que auxilia na atividade produtiva, o Aquisys. Através do projeto, o uso do software se tornou uma ferramenta para a inclusão digital dos tilapicultores.


"Os métodos de inclusão utilizados foram compatíveis com os diferentes níveis de acesso à internet existentes no país e com os níveis educacionais dos produtores de tilápia", afirma Célia Maria Scorvo, pesquisadora da APTA envolvida no projeto, ressaltando que se aplicavam a jovens e adultos, incluindo membros da terceira idade. Célia diz que em muitas localidades ainda não havia espaços consolidados para a formação digital dos produtores e, por isso, era necessário criá-los. "Foram orientadas ações para a composição de turmas pelo grau de alfabetização digital, um curso básico e a capacitação prévia de multiplicadores", pontua a pesquisadora. "Aperfeiçoam-se, assim, recursos humanos, logísticos, físicos e financeiros nas estratégias operacionais que incentivem produtores à busca de inclusão digital", completa. A tecnologia Aquisys, explica, serviu como ferramenta motivadora de maior empoderamento do produtor - seja pela possibilidade de acesso à internet, ou pela percepção, durante os cursos, de experiências úteis ao indivíduo que a envolvam.


A pesquisadora da APTA ressalta que a receptividade da proposta entre os produtores foi muito boa. "Não sentimos nenhuma resistência".

Trabalho reconhecido


Sediado na capital potiguar, o Congresso Brasileiro de Aquicultura e Biologia Aquática – Aquaciência 2018 rendeu bons frutos à Célia e sua equipe. O trabalho, apresentado com o título "Incentivo à inclusão digital de produtores de tilápia pelo uso do sistema informatizado Aquisys v1.3", foi premiado na categoria pôster-profissional, sessão Aquicultura e Meio Ambiente. "Foi muito importante o reconhecimento do nosso trabalho que visa atender uma demanda do pequeno produtor e, da mesma forma, atende ao desenvolvimento responsável da produção de peixes, baseado nas Boas Práticas de Manejo (BPM)", comemora Célia. Além dela, compunham a equipe técnica responsável pelo projeto outros sete pesquisadores, da APTA e da Embrapa.


Sobre o Aquisys


O Aquisys - Sistema Informatizado de Apoio às Boas Práticas de Manejo Gestão Ambiental da Aquicultura, com foco na tilapicultura, foi desenvolvido pela Embrapa Meio Ambiente em parceria com a APTA e possui registro junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Conforme explica Célia, uma das autoras (criadoras) do software, o sistema viabiliza cálculos e orientações para a produção de tilápia em viveiro escavado, formuladas a partir de demandas do produtor, de levantamentos e pesquisa. Desse modo, esclarece, organiza informações que possibilitam atualização de conhecimento e o início da organização de um processo mínimo de gerenciamento e controle da propriedade, com foco em aspectos produtivos, econômicos e ecológicos, visando o aumento da produtividade a partir da adoção de BPM.


"Os produtores receberam muito bem esta ferramenta, pois é de fácil acesso, sem custo e traz um bom diagnóstico da atividade", avalia a pesquisadora da APTA. "O Aquisys é uma tecnologia que facilita a difusão de informação e conhecimento técnico-científico, tornando-os acessíveis mais rapidamente em todo o país, inclusive por meio de tablets e smartphones, via internet e sem custos de aquisição", completa. De acordo com ela, o programa "foi desenvolvido para suprir uma demanda, principalmente dos pequenos produtores, pois a grande maioria dos softwares existentes no mercado tem um custo alto, o que dificulta ou mesmo impossibilita o acesso do pequeno produtor". O projeto foi criado em rede e a ideia, informa Célia, é que essa rede tenha como base a elaboração de métodos e sistemas remotos de baixo custo e fácil operação para coleta, com foco na melhoria do manejo produtivo, visando o aumento da produtividade a partir da adoção de BPM. Para uso do software, deve-se acessar o site http://www.cnpma.embrapa.br/aquisys/.

Por Gustavo Almeida

Assessoria de Imprensa - APTA

Notícias por Ano