×

Observação

There is no category chosen or category doesn't contain any items

Pesquisa da APTA que avalia cultivares de soja em Itapetininga será apresentada durante Copla Soja

 

Os produtores rurais da região de Itapetininga poderão contar com informações da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, para planejar seus negócios. A APTA realiza projeto para avaliar quais cultivares de soja são mais interessantes para serem cultivadas na região na reforma de canaviais e recuperação de pastagens. Em 6 e 7 de fevereiro, os participantes do evento Copla Soja, que será realizado na Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Itapetininga da APTA, poderão conhecer no campo as mais de 20 cultivares em avaliação. O evento é uma iniciativa da APTA e da Cooperativa dos Produtores de Cana do Estado de São Paulo (Coplacana).

Segundo Silvio Tavares, diretor da APTA Regional, o projeto nasceu a partir de demanda de cooperativas e associações do interior paulista, de cidades como Itapetininga, Adamantina, Assis, Colina e Pindorama, que queriam orientação sobre qual seria a melhor cultivar para ser utilizada em reforma de canaviais e recuperação de pastagens degradadas.

“Avaliamos que a cultura da soja seria interessante por ter um ciclo que se encaixa na janela de produção da cana, entre a colheita e o novo plantio, melhorar as condições físicas e químicas do solo, o que reduz os custos de implantação da cultura da cana-de-açúcar ou pastagem, e necessitar de preparo mínimo do solo, por ser plantada no sistema de plantio direto”, afirma.

O projeto de pesquisa da APTA avalia cultivares de soja de diversos perfis em diferentes ambientes de produção. Nas avaliações são considerados aspectos relacionados à produtividade, como resistência a pragas e doenças e condições edafoclimáticas de cultivo, ou seja, se aquele material é adaptado às condições de solo e clima.

Tavares explica que nem sempre uma cultivar que vai bem em determinada região mantém os mesmos resultados em outra. “Itapetininga, por exemplo, tem solo argiloso, bom regime de distribuição de chuvas e altitude de 730 metros em relação ao nível do mar. Condição bem diferente de Adamantina, que tem solo arenoso, com chuvas compreendidas entre novembro e fevereiro e altitude de 380 metros. Se o produtor usar a mesma cultivar nestas duas regiões, pode ser que tenha problemas”, explica.

De acordo com o diretor da APTA Regional, a produtividade da cultura da soja está relacionada a limitações tecnológicas como a escolha de cultivares de acordo com a aptidão local, controle de pragas, doenças e ervas daninhas e manejo fitotécnico, além de limitações socioeconômicas, como o custo de produção e mão de obra. “A ação de fatores de produção indiretos como latitude, longitude, regime de chuvas, topografia e textura e composição do solo influenciam juntamente com os fatores diretos, nos processos fisiológicos como fotossíntese, floração, balanço hídrico, respiração e absorção de nutrientes, determinando a produtividade local”, explica.

De acordo com levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), de 2017, São Paulo teve mais de 900 mil hectares plantados com soja e 300 mil hectares plantados com amendoim para reforma de canavial. “Queremos aumentar a área de cultivo de soja no estado de São Paulo, em harmonia com o meio ambiente”, afirma Tavares. O projeto de pesquisa é financiado pela Cooperativa dos Produtores de Cana do Estado de São Paulo (COPLACANA) e seus principais fornecedores.

Copla Soja


A Copla Soja é um evento a ser realizado pela Coplacana e APTA Regional de 6 a 7 de fevereiro, em Itapetininga, interior paulista. O evento terá espaços para mostrar produtos, inovações, soluções, ciência, tecnologia e o desenvolvimento de todo o processo do cultivo da soja.

“Esperamos receber um público de aproximadamente 300 agricultores, que poderão conhecer excelentes inovações. Com isso, pretendemos alavancar a adoção de novas tecnologias na safra 2019/2020 pelos produtores que passarem por lá”, afirma Renato Boscheiro, gerente da Coplacana em Itapetininga.

SERVIÇO


Copla Soja

Data: 6 e 7 de fevereiro de 2019

Horário: 8h às 17h

Local: Polo Regional de Itapetininga da APTA

Endereço: Rodovia Gladys Bernardes Minhoto, KM 66 – Itapetininga – SP

Informações: (19) 2137-8900

Por Fernanda Domiciano

Assessoria de Imprensa – APTA

19 2137-8933

Notícias por Ano